O carisma do Rogate, deixado como herança de Santo Aníbal Maria Di Francia aos Rogacionistas do Coração de Jesus (RCJ) e às Filhas do Divino Zelo (FDZ), é também partilhado e vivido por alguns organismos na Igreja e na sociedade. A grande Família do Rogate compreende as Missionárias Rogacionistas, a Associação das Famílias Rog, a União de Oração pelas Vocações, a Associação dos Ex-alunos, além de outras entidades, como por exemplo, a Associação dos Leigos Animadores Vocacionais Rogacionistas (LAVR), a Associação do Voluntariado Internacional Rogacionista e a Associação Européia Rogacionista (ERA).


Com a missão de difundir e promover as vocações e o carisma Rogacionista, existem, ainda, o Centro Rogate do Brasil e os Centros Rogate Regionais que oferecem cursos, organizam eventos e produzem subsídios, como por exemplo, a revista Rogate e a coleção RogZelo.

 

Esses organismos vivenciam, cada um à sua maneira e segundo sua índole, a tríplice missão do Rogate: rezar pelas vocações, propagar essa oração – na Igreja e no mundo – e ser bons operários e operárias na messe do Senhor.

 





15º Encontro Anual da Associação das Famílias Rog


Recordar é reviver "Ao celebrar 150 anos do Rogate recordamos que foi aos Pés de Jesus Eucarístico que Aníbal teve a primeira intuição deste mandamento do Coração de Jesus. Rogai ao Senhor da Messe que envie operários para messe. Recordamos também que nesta pericope (Mt 9,35-38) Aníbal encontrou a luz que iluminou seu olhar, a luz que o fez ver a Messe na ótica do Cristo. O Rogate que nasceu aos pés do Senhor, e como essência de um verdadeiro incenso subiu ao céu e se expandiu nos cinco continentes. Se nós como Família ROG não dobramos os joelhos diante do Senhor, se não dilatarmos o coração não conseguiremos exalar o perfume do Cristo. É quando nos colocamos aos pés do senhor que Ele nos mantém de pé e nos ajuda a caminhar..." Pe. Luciano Grigório, assessor do encontro.